Marcel Sanchez, Advogado

Marcel Sanchez

São Bernardo do Campo (SP)
43seguidores150seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Cientista Jurídico e advogado empresarialista e cível.
.

Comentários

(17)
Marcel Sanchez, Advogado
Marcel Sanchez
Comentário · há 2 anos
Adriana, é possível tentar. a pretensão é inafastável. Uma tutela provisória antecipada antecedente (ou cautelar, dependendo da real pretensão) pode tratar do assunto. apenas com todos os detalhes é possível um parecer mais preciso. mas pelo seu breve relato, há possibilidades tanto de vencer quanto de perder (sempre há, na verdade, mas em alguns casos é mais nítido). É preciso lembrar-se que ao cônjuge sobrevivente será assegurado o direito real de habitação relativo ao imóvel que servia como habitação da família, desde que seja o único daquela natureza a inventariar. nos termos do artigo 1831 do código civil. Todavia, se for possível comprovar que já havia uma separação de corpos ou divórcio e que ela permanecia no imóvel devido a estratagemas burlescos, e frente a demonstrações de capacidade econômica da ré, por exemplo, é possível tentar convencer o juízo, apesar de não haver qualquer feita de certeza quanto ao resultado.

no fim das contas, depende da sua disposição em adentrar a uma aventura judiciária da qual poderá sair derrotada.

se quiser, envie mais informações.

Recomendações

(17)
Lucas Domingues, Advogado
Lucas Domingues
Comentário · há 3 anos
Ricardo,

"Colocam nos pobres"bichos"adereços de humanos. Deixem os animais serem apenas animais; ele serão mais felizes sem os humanos querendo alterar a sua existência."

Seu comentário já começa infeliz ao ironizar os animais como bichos, mas relevo.

"Colocar tantas coisas, tratar o animal como" filho ", fazer da vida do animal uma vida de humano também deve ser tratado como" maus tratos "."

Agora você interferir no modo como uma pessoa trata um animal como filho, como algo ruim? Qual a lógica disso? Se você certamente não gosta de animal, NÃO CONHECE A REALIDADE de animais de rua, de canis, e da barbárie e descaso do poder público com os animais abandonados, não deve criticar animais domésticos, que para muitas famílias são sim membros efetivos do laço, ainda que para você seja insignificante. Animais são filhos para casais que não podem gerá-los, ou que simplesmente não desejam. São companhias para pessoas que moram sozinhas. São curas para doenças, o que é cientificamente comprovado.

"Quem não gosta de animais que latem incessantemente, sentem o mesmo que alguém que fuma soltar uma"baforada"de seu fumace no rosto do"incomodado"que detesta o fumo."

A diferença é que a baforada, dependendo da substância é crime né? Aponta um artigo de lei que mostre que o latido de um cão, o canto de um pássaro, ou rugido de leão é crime? Por favor, me mostre. Inconveniências de vizinhança são matérias de órbita civil, não é culpa de seres que estão na Terra muito antes do ser humano.

Perfis que segue

(150)
Carregando

Seguidores

(43)
Carregando

Tópicos de interesse

(2)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em São Bernardo do Campo (SP)

Carregando

Marcel Sanchez

Entrar em contato